Quem Escreve

Minha foto
Uma mistura de tudo que eu amo e que formam o que eu sou.

Arquivo do blog

Seguidores

Facebook

Pesquisar

Carregando...
sexta-feira, 5 de abril de 2013

J.L.



Eu gosto da barriguinha que aparece quando você come demais. E de como você fica irritado só de olhar pra ela. Eu gosto de como você sorri quando está envergonhado, desvia o olhar pra TV e muda de assunto. Eu gosto de quando você me olha reto, direto, assim nos olhos sabe?! E diz que eu sou a sua mulher.
Eu gosto de quando você vira moleque no domingo, mas não deixa de ser o Homem, com H maiúsculo que eu conheço quando eu preciso de você. E de quando você pede pra eu coçar suas costas e finge que está brigando só pra ganhar carinho.
Você é o mais complicado sincero louco que eu já conheci, tudo junto assim, sem vírgulas.
Você é incrível demais pra alguém tão chato.
Eu gosto mais das suas mãos do que do seus olhos. Eu gosto da sua falta de senso pra me zoar, e do eu te amo no fim pra amenizar as coisas.
Eu gosto dos cabelos da sua perna e de como você me faz sentir única no mundo.
Eu gosto da sua malandragem, mesmo que você não seja malandro ou tente ser. 
Eu gosto quando seu lábio inferior desaparece quando você tem tesão. 
Me irrito quando você explode e ri como se nada tivesse acontecido 2 minutos depois.
Eu gosto do seu hálito pela manhã (bafudo) e de como você desperta o melhor de mim todos os dias.
Eu gosto do sol que passou a brilhar muito mais depois de conhecer você. 
Feliz uma vida inteira de nós dois.
quarta-feira, 3 de abril de 2013

Pronto Falei!


Eu sou uma GORDINHA. GORDA. Usem o adjetivo que quiserem. Estou fazendo R.A, portanto venho emagrecendo rápido e as pessoas percebem. E acham lindo. É engraçado o "Como você está linda". Quer dizer que eu era horrorosa gorda? Ou "Parabéns pela força de vontade", meu emagrecimento não tem nada a ver com força de vontade, é uma questão bem mais ampla.

Enfim, emagrecendo ou não, eu sei que serei GORDA, GORDINHA pra sempre. Porque esse é o meu corpo. Tenho costas largas, muito peito, coxa grossa. É o meu biotipo. E ok! Sou assim. Essa é a Andressa e acho-a linda quando olho no espelho.

Então tanto faz eu gorda ou magra, continuo saindo com meus amigos, a única diferença é sair do tamanho 48 pro 42. E só. E observação quanto ao texto, já que aproveitei o espaço pra desabafar, os homens tem pena das gordinhas? Alguns sim. Mas outros meu amor... Não é cara de pena que eu via mesmo sendo tamanho 46.

O que faz uma pessoa ser legal ou não, desejável ou não pode até ter um pouquinho de relação com o formato de seu corpo, mas os 80% dos motivos restantes, responsáveis pelas pessoas gostarem dela são outros, outros diferentes do tamanho da calça jeans.

Conheço lindas meninas tamanho 38 que as pessoas não suportam tamanha é sua arrogância e prepotência, assim como conheço moças tamanho 48 igualmente insuportáveis.

Tudo que eu queria é que as pessoas parassem de medir as outras pelo tamanho da roupa. É estilosa? PONTO. É legal? PONTO. É divertida? PONTO. Porque tem sempre que ter o adjetivo gorda ou magra depois?