Quem Escreve

Minha foto
Uma mistura de tudo que eu amo e que formam o que eu sou.

Arquivo do blog

Seguidores

Facebook

Pesquisar

Carregando...
sábado, 29 de dezembro de 2012

ENEM 2012





Escrevo esse desabafo com grande humildade e sincera esperança de que todos aqueles que se sentem injustiçados, utilizem-se do seu DIREITO à liberdade de expressão. Protestem, exprimam sua indignação perante a injustiça que fora cometida contra todos nós. Se retomarmos Voltaire, um, dentre inúmeros pensadores que tivemos contato não só nesse ano, mas em vários anos de abdicações e fervorosa perseguição aos nossos sonhos, " O homem é culpado por tudo aquilo que ele não faz", sendo assim todos os que não concordam com as suas notas e não exaltam seu descontentamento são tão culpados quanto o MEC, que deveria ter a decência de, no mínimo, admitir que possa ter cometido erros, de que é composto por seres humanos e, portanto, sujeito a falhas.

Somos rotulados como apolitizados, apáticos diante dos acontecimentos à nossa volta, todavia não se esqueçam de que viemos a um mundo construído pelas escolhas dos que viveram anteriormente, somos fruto dos que morreram lutando, como também dos que se calaram e se submeteram ao sistema. Pior do que ser censurado é ser ignorado quando nos levantamos "DE MÃOS DADAS" em prol da JUSTIÇA.
sexta-feira, 28 de dezembro de 2012

Enem 2012


Hoje saíram os resultados do ENEM/2012 e, mais uma vez o MEC se mostra despreparado para uma prova de grande porte como essa, causando assim, o descontentamento dos estudantes que prestaram o exame.
Existem muitas teorias em relação a nota da redação, a que prevalece entre os jovens é a existência de um sorteio onde as notas são dadas de forma aleatória. A tese partiu das discrepâncias entre a nota que o professor do cursinho daria e a nota obtida.
Como embasamento, os estudantes citaram as notas de seus concorrentes que mesmo sem escrever uma redação seguindo as normas padrão da língua tiveram notas melhores.
Durante um ano os estudantes se preparam para a prova afim de garantir uma vaga na universidade. É lamentável que essa chance seja tirada por conta de professores que não corrigem a redação de forma adequada.
Se você também se sentiu lesado na correção, vale participar do grupo criado no facebook em busca de justiça.



quinta-feira, 27 de dezembro de 2012

Dia de compras :)


Pra começar, peço desculpas pelas fotos. A luminosidade está horrível e o fundo da minha varanda não é o local que eu gostaria. Mas a pedidos lá no meu facebook, eu vim trazer esse look super simples que usei pra fazer minhas comprinhas pós-natal :) Espero que gostem das compras e é claro, do look :)



Look: Bolsa: Renner; Tênis: Sapatella; Camisa: C&A; Saia: Opção.


Minhas novas aquisições: 

Preciso confessar que estava in love com a bolsa da tommy fazia algum tempo, mas deixei de comprar por ver a galera usando em todo canto. Por fim, larguei minhas neuras e comprei assim mesmo. De quebra, comprei essa carteira da Polo maravilhosa e uma necessaire pra colocar minhas makes. 
Garimpando pela C&A, encontrei uma blusa de chiffon linda e acabei não resistindo. Antes de ir pra casa, decidi dar uma procurada por um vestido branco pro Reveillon, experimentei alguns em várias lojas, nada ficava bom, até que depois de muito tempo, entrei na chifon e vi esse vestido de renda, foi amor à primeira vista. Comprei né?! rs. 





Enfim, essas foram minhas comprinhas, espero que gostem :)


quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

Look do Dia.


Depois de ver a ideia do Look do dia em muitos blogs, resolvi trazer pro meu cantinho. Não sou nenhuma fã de moda, tenho peças básicas no armário e vou tentar mostrar que é possível se vestir bem mesmo sem entender muito.
Tenho certeza que muita gente se pega de frente pro armário dizendo "Não tenho roupa pra ir", eu ainda sou assim às vezes, mas tenho tentado mudar aos poucos.
Vocês me ajudam comentando, dando dicas e eu ajudo no que posso postando looks. Espero que gostem dessa nova iniciativa.

O primeiro look que eu vou postar aqui eu usei nesse natal/2012. Como estava muito calor eu optei por peças mais leves que dessem um pouco de glamour devido a situação. Espero que vocês gostem.






Look: Saia: Zara; Blusa: Leader

quarta-feira, 19 de dezembro de 2012

Encerramento de um ciclo.


Eu sou capaz de me lembrar de cada noite que eu passei chorando e me culpando pelo nosso fim. Me lembro de todas as vezes que eu te odiei em silêncio e de tantas outras que eu te odiei alto na esperança que todo mundo ouvisse o babaca que você foi comigo.
Me recordo com clareza da tarde que eu descobri que sua atual namorada estava grávida e de como aquilo me doeu. O estranho é que eu tinha afirmado cinco minutos antes o quanto eu era feliz sem você. E isso já faziam meses. Doeu tanto, que eu sou capaz de lembrar da dor física que eu senti naquele momento, parecia que haviam arrancado o meu peito daqui de dentro e esmagado com a mão sem dó ou piedade.
Você foi tão moleque, tão egoísta e hoje eu só consigo ignorar isso e agradecer, agradecer por você ter saído da minha vida.
Passou, aquela frase que tanto me disseram por meses, por quase 1 ano, finalmente pode ser confirmada por mim, passou!
Hoje eu ouço a música que dizíamos ser nossa e não choro mais, mal consigo me lembrar do seu rosto, acho que é isso que dizem ser superar.
Esse nem de longe é o meu melhor texto, mas é o texto que eu mais me orgulho de escrever, porque eu enfim estou encerrando um ciclo. O ciclo que você encerrou sem me consultar, o ciclo responsável pelo meu amadurecimento e por formar quem eu sou hoje.
Diferente do que você possa imaginar, não te culpo, mas fico feliz de ter conseguido parar de me culpar. Tenho plena consciência de como me portei e de todo o esforço que eu fiz, de todas as vezes que eu tentei e o que suportei pra estar do seu lado. Me pergunto se um dia você mereceu, rs.

Enfim, princesas que tiverem lido isso, entendam que o que é de vocês, chega na hora certa. Parem de se culpar pelos relacionamentos fracassados, tentem tirar o melhor dele  sempre e se não conseguirem tirar nada, agradeçam pelo babaca ter saído da vida de vocês :)
segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Futura ex-gordinha.





Vivenciei por muito tempo o efeito sanfona (Sou PHD nesta categoria). Com o tempo, passei a me incomodar com os rastros que o mesmo deixava. Tenho mais estria que uma grávida da minha idade. A atitude de emagrecer com saúde, partiu do dia que um cara me gritou na rua, me chamando por GORDA. Eu chorei, fiquei mal, parei de comer. Mas vi que aquilo não iria adiantar, só tinha um jeito, nada de dietas malucas, eu ia ter que partir pra R.A, aquela que tanto me assustava.
Tive muito medo de me sabotar durante esse tempo, mas encontrei apoio em outros grupos de mulheres que queriam emagrecer tanto quanto eu. Quando pensava em sabotar a mim mesma sempre tinha alguém pra dizer que eu ia conseguir. Hoje eu completo 4 meses de R.A, ela virou minha melhor amiga e com dedicação hoje eu tenho 30 cm de cintura a menos que eu tinha a 4 meses atrás. Posso dizer que a minha vida melhorou 100%. Meu cabelo não é mais oleoso, minhas unhas pararam de quebrar e as espinhas finalmente cessaram.Tenho um longo caminho pela frente mas queria dividir o meu sucesso com vocês que me acompanham aqui diariamente.

Ps: Eu não sumi não viu? Tive que fazer uma viagem curtinha esse fim de semana, mas estou de volta, rs :)

segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Catalogado.


Acho que todos nós temos um texto xodó certo? rs. Esse aqui é o meu, escrevi em uma fase meio difícil da minha vida e espero que vocês gostem :)

Passaram-se 5 meses desde aquela noite, em que, pensava eu ter te tido como meu, pra sempre. A noite que parecia bastar por si só, apesar dos meros defeitos. A noite que poderia ser condecorada a ser refletida por um longo caminho futuro.. e, por que não, né? Mas é fantástico como a mente nos prega peças ilusórias, peças essas que nos geram horas e horas de pós-reflexão.. ou dias. Talvez até meses. A mente vaga e re-vaga, pensa e rebobina as cenas como se fossem de um filme mal gravado e engasgado ate o ponto de exaustão. NÃO. Não necessita mais ser provado algo para que se possa enxergar que este filme já não há mais uso. Não há desengasgo. Apenas desconcertos, que desabrocharam seguidamente, um atrás do outro, como que se para provar algo. Algo desnecessário, mas provado. Tudo que pode ser enxergado agora, por ambas as partes, é um filme, que apesar de querido, aquele filme considerado "marcado na sua memória", é um filme já catalogado. Fora catalogado por conta própria, automático, sem que percebamos ou tomemos alguma atitude para tornar viável ou impedir de que "caia no esquecimento". Não. Apenas fora posto na prateleira das lembranças, e lá decidido por nós, ficar, mesmo que nos passe a sensação de "e se's" ou "poderia este ter um final alternativo ou melhor editado?". Sim, mesmo que nos passe essa sensação, não há mais fontes rendáveis de energia que mantenha este filme em cartaz. Ele já teve seu momento de glória. Agora, como todo clássico, chegou sua vez de retirada, saindo de sua áurea e sendo encaminhado para nossos corações. Guardado para sempre, vivo, na memória. Guardado como algo recordável, memorável, sem arrependimentos apesar de todos os defeitos. Algo que nos pequenos detalhes, foi bom enquanto durou. 
sábado, 1 de dezembro de 2012

O cara.




"Pra ter o seu amor, te pedi pra Deus de presente, pra me ver contente ele te inventou ."
Talvez as coisas não aconteçam como a gente planejou. Talvez, tudo ocorra daquele jeito que sempre ocorre nas demais histórias. Pode ser que daqui a alguns anos, você vá odiar a minha comida, e se incomode com o meu jeito relaxado de dormir. A gente tem esse jeito todo bagunçado, desajeitado de sentir, você com suas várias fases e eu com os meus livros, filmes e séries que você tanto odeia.
Não sei se vamos conseguir lidar com  pequenas crises, que aos poucos vão se tornar grandes. Por alguns dias vamos parar e pensar se vale mesmo a pena. Pode ser que a gente esfrie, o prazer no sexo acabe, e a gente sinta saudade de nós, mesmo estando tão próximos.
No fim de semana, você pode escolher viajar com seus amigos ou sair com as crianças, ao invés de ficar comigo. Talvez eu vá entender, talvez.
Eu jamais irei pedir desculpas olhando nos olhos - só você faz isso -, ao invés disso, eu vou sentar ao seu lado, segurar sua mão, e sorrir com a cabeça baixa.
Haverá dias em que estaremos cheios com a correria do dia a dia, talvez, você esqueça de me dizer “bom dia.” ou, eu esqueça de dizer “eu te amo.” Mas, as coisas vão se resolver, não no dia seguinte, ou na semana seguinte, mas vamos acabar recuperando essas pequenas coisas que costumamos deixar no caminho. Vai ser difícil, alguns dias vão ser tão complicados e irritantes. Algumas dúvidas a gente vai ter que guardar, teremos que evitar falar algumas coisas e passar a ouvir mais o outro. Mas eu não vou me importar em contar até 10.
Independentemente de qualquer coisa, você sempre vai conseguir me acalmar, e eu sempre vou te fazer sorrir. Não sei absolutamente nada sobre o nosso futuro, mas, será o nosso futuro, e eu odiaria ter que passar por todos esses problemas com outra pessoa. s2